Procuradora Patrícia Rêgo é homenageada na celebração dos 137 anos de Rio Branco

A procuradora de Justiça Patrícia de Amorim Rêgo recebeu, na noite de sábado, 28, a Comenda Volta da Empreza, durante a cerimônia que marcou a celebração dos 137 anos de Rio Branco, realizada no Hotel Terra Verde.

Na ocasião, a prefeita Socorro Neri ressaltou que nada mais justo do que no dia do aniversário da cidade, homenagear cidadãos e cidadãs que tanto contribuem para a capital.

“Essa é a mais alta honraria entregue pelo Município, por isso, escolhemos de forma muito criteriosa quem serão nossos comendados. Cada um dos que receberão a homenagem neste ano merecem devido reconhecimento, pois se destacaram e ainda se destacam em suas áreas de atuação”, disse.

Patrícia Rêgo recebeu a Comenda no Grau Chanceler. Ela é diretora do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf) e coordenadora do Centro de Atendimento à Vítima (Cav) e Núcleo de Atendimento Psicossocial (Natera), tendo atuação de destaque na defesa dos direitos fundamentais.

“Estou emocionada em receber essa honraria do município, ela tem um simbolismo muito forte para mim. Sou daqui, e vivi aqui a maior parte da minha vida. Foi aqui que casei, tive filhos e galguei minha profissão. Além de tudo, receber essa Comenda das mãos da primeira prefeita mulher, para mim, é um privilégio”, ressaltou.

Também foram homenageados Francisca Gabriel, conhecida como Madrinha Chica, Padre Massimo Lombardi, empresário Ricardo Leite, Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica do Acre Fernando Zamora e o ex-prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre.

A Comenda Volta da Empreza

Criada em 2008, a Comenda Volta da Empreza tem em seu nome uma referência à primeira denominação dada à cidade de Rio Branco no período de sua transição de seringal a povoado.

Esta edição foi a primeira a homenagear seis nomes, sendo dois para cada grau: o grau Fundador, que tem Neutel Maia como patrono, e destina-se a reconhecer os que se destacaram por sua significativa contribuição no campo social, cultural, econômico, humanitário, desportivo, ou outros de notável importância para a cidade, bairro ou comunidade.

O grau comandante tem o Coronel José Plácido de Castro como patrono, e é destinado a homenagear os que contribuíram, por meio de atos extraordinários, com a comunidade, para a consolidação da cidade em nível regional.

Já o grau Chanceler, cujo patrono é José Maria da Silva Paranhos Júnior, o Barão do Rio Branco, é a mais alta distinção da Ordem, e homenageia aqueles que tenham reconhecidamente prestado relevantes serviços ao município, ou que, no exercício da sua atividade, tenham destacado o nome de Rio Branco nos cenários nacional ou internacional.

 

Fonte: Prefeitura de Rio Branco