MPAC prestigia recondução de Roberta Caminha ao cargo de defensora pública-geral do Estado

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) prestigiou nesta terça-feira, 4, a assinatura do Ato que reconduz a defensora pública Roberta de Paula Caminha ao cargo de defensora pública-geral do Estado do Acre para o biênio 2019/2020. O documento foi assinado pela governadora do Estado, em exercício, Nazareth Araújo.

Pelo MPAC, estiveram presentes no Ato de assinatura, a procuradora-geral de Justiça, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, e os procuradores de Justiça Sammy Barbosa Lopes e Patrícia Rego.

Caminha foi reconduzida ao cargo por mais dois anos e deverá ser empossada até a primeira quinzena de janeiro de 2019. A nomeação segue a classificação da lista tríplice elaborada pelos membros da Defensoria Pública do Estado do Acre, por meio da votação realizada no dia 19 de novembro, na sede da instituição.

“Quero parabenizar a doutora Roberta Caminha por todo o trabalho que vem realizando no âmbito da Defensoria Pública do Estado, uma instituição voltada, sobretudo, para a defesa dos direitos humanos. Que essa nova gestão seja tão profícua e exitosa quanto foi a dos últimos dois anos”, destacou Kátia Rejane.

Roberta Caminha concorreu com Celso Araújo Rodrigues, Elísio Manoel Pinheiro Mansour Filho e Simone Jaques de Azambuja Santiago, figurando na primeira posição da listra tríplice por um total de 30 (trinta) votos, seguida por Simone Santiago com 26 (vinte e seis) votos e Celso Araújo com 24 (vinte e quatro) votos.

 

Ana Paula Pojo – Agência de Notícias do MPAC

Fotos: assessoria DPE/AC