MPAC orienta população a fazer uso de aplicativo que monitora os principais rios do Acre

Com a elevação do nível de rios que cortam municípios do Acre, o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) orienta a população a fazer uso da plataforma digital disponibilizada pela Prefeitura de Rio Branco, que informa o monitoramento dos principais rios e afluentes.

O Aplicativo Alerta Rio Branco é atualizado diariamente três vezes ao dia nos períodos normais e a cada três horas, após ultrapassada a cota de alerta em Rio Branco, que é de 13,50m. A plataforma recebe informações da rede hidrológica do Estado do Acre, operado pela Agência Nacional de Águas (ANA) e Serviço Geológico do Brasil (CPRM).

O app está disponível na loja Google Play, gratuitamente para equipamentos com sistema operacional android. O usuário ainda pode configurar a ferramenta para a emissão de notificações e alertas de transbordamentos.

O MPAC mantém desde 2011 o Grupo Especial de Apoio e Atuação para Prevenção e Resposta a situações de emergência ou estado de calamidade devido à ocorrência de Desastres (GPRD), cuja finalidade é estabelecer o aprimoramento e o estreitamento das ações preventivas e de atendimento às famílias acometidas pela enchente do rio Acre neste período do ano.

A atuação do grupo consiste, sobretudo, na prestação de apoio institucional, administrativo, técnico e operacional integrado para suprir as demandas referentes à infância e juventude, pessoas com deficiência e idosos, saúde, direitos humanos, meio ambiente, habitação e urbanismo etc.

A Defesa Civil informou na medição das 15h desta quarta-feira, 8, que o rio Acre em Rio Branco ultrapassou a cota de transbordamento em 13 centímetros, e chegou a marca dos 14,13m. Os municípios de Brasileia, Xapuri e Capixaba também preocupam as autoridades, pois seguem em elevação.

Andréia Oliveira – Agência de Notícias do MPAC