MPAC leva serviços do CAV e Natera ao carnaval

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) atuou em todos os dias de folia do Carnaval. A concentração se deu no Novo Mercado Velho, onde foi montada uma programação organizada pela Prefeitura de Rio Branco.

Em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), o Centro de Atendimento à Vítima (CAV) e Núcleo de Apoio e Atendimento Psicossocial (Natera) realizaram ações de prevenção de saúde e de orientação para combater qualquer tipo de violação de direito contra públicos vulneráveis como comunidade LGBT, mulheres, crianças, pessoas em situação de rua e dependentes de álcool e outras drogas.

O plantão foi uma forma de estar mais perto da população, especialmente em um evento em que podem ocorrer situações com que lidam os dois órgãos auxiliares do MPAC. Diante disso, uma equipe técnica esteve em regime de plantão registrando ocorrências, encaminhando para as devidas providências e acompanhando todo o desenrolar.

 

“Durante o carnaval oferecemos os mesmos serviços nos quais já atuamos na sede do Ministério Público. Acompanhamos toda a movimentação e a nossa presença é importante no sentido de prevenir essas situações”, destacou a assessora jurídica do CAV, Otília Amorim.

O MPAC e a Sesacre montaram uma estrutura no local para garantir os atendimentos e ainda atuaram na distribuição de preservativos com o apoio de organizações não governamentais como Associação Rio-Branquense de Deficientes Físicos (Ardef), Associação de Homossexuais do Acre (Ahac), Associação das Mulheres do Acre Revolucionárias (Amar), Agá &Vida, Associação de Redução de Danos do Acre (Aredacre) e Associação das Transexuais e Travestis do Acre (Attrac).

Solidariedade

Durante o carnaval, o MPAC e a Sesacre organizaram também uma campanha de troca de abadás por latas de leite.

A ação, chamada de “Bloco da prevenção”, visava arrecadar cerca de 500 latas de leite em pó para destinar a crianças nascidas de mães portadoras do vírus HIV, atendidas no Serviço de Assistência Especializada (SAE), da Secretaria de Saúde.

Jaidesson Peres – Agência de Notícias do MPAC