MP participa de Seminário Regional da UNALE como expositor sobre suicídio e automutilação

 

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), a convite da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), participou por meio da procuradora de Justiça Gilcely Evangelista de Araújo Souza, do Seminário Regional Sul promovido pela instituição, que debateu os temas suicídio, automutilação, violência contra a mulher e segurança pública.

O objetivo do encontro foi ampliar o debate em torno dos temas: Prevenção ao Suicídio, Automutilação. Violência Contra a Mulher e Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), e ao final apresentar propostas para estas áreas.

A procuradora de Justiça Gilcely Evangelista de Araújo Souza foi convidada para participar do evento como expositora no Grupo de Trabalho que tratou do tema Suicídio e Automutilação.

Após apresentação e debate do tema em questão, assim como as demais temáticas discutidas, foi elaborado um documento chamado Protocolo de Ideias, apresentado na cerimônia oficial do evento que contou com a presença de Ministros de Estado e demais autoridades.

Gilcely Evangelista comentou a relevância do evento. “Esse é um debate oportuno, que abordou temas de extrema importância para todo o país, são problemáticas comuns a todos os estados e temos que buscar soluções conjuntas. Estamos no mês de setembro, onde é discutida a questão da prevenção ao suicídio, mas tivemos a oportunidade de mostrar o bom trabalho que estamos fazendo no Ministério Público do Acre em diversas áreas”, disse.

O seminário reuniu parlamentares estaduais e federais, prefeitos, estudantes, contou com a presença de representantes dos ministérios de Direitos Humanos, Justiça, Saúde e Educação, além dos conselhos nacionais de Justiça e de membros do Ministério Público de vários estados da federação.

A União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale) promoveu na mesma oportunidade o 3º Seminário Regional de Promoção e Defesa da Cidadania, em parceria com a Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC) e contou o apoio do Governo Federal. O evento aconteceu dia 29 de agosto, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina.

Andréia Oliveira – Agência de Notícias do MPAC