Cruzeiro do Sul: MPAC e FEM resgatam monumento de fundador da cidade

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) tem atuado para resgatar e proteger a identidade, a memória e bens culturais do estado.

Na região do Juruá, a Promotoria Especializada de Defesa do Meio Ambiente, com atribuição para a defesa do patrimônio histórico, vem cobrando e acompanhando ações do poder público para a preservação dos espaços culturais e de memória.

Recentemente, em uma das visitas feitas a esses espaços, o promotor de Justiça Iverson Bueno, localizou no porão do Teatro dos Náuas um busto, abandonado há décadas, do marechal Thaumaturgo de Azevedo, o fundador da cidade de Cruzeiro do Sul.

A escultura fazia parte de um monumento que existiu até a demolição da Praça da Integração, em frente à antiga agência do Banco do Brasil. Em tratativas com o 61º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS) e com a Prefeitura do município, ficou decidido sua reintegração à paisagem da cidade.

No aniversário do município, no dia 28 de setembro, com a presença do governador do estado, Gladson Cameli, uma cerimônia cívico-militar marcou a devolução da escultura à praça central da cidade, ação que contou com o apoio da Fundação Elias Mansour.

Preocupado em preservar a memória local, o MPAC ingressou com ações judiciais para tombamento de patrimônio histórico, inclusive com decisões favoráveis para a restauração da Casa dos Ruelas e Cais do Porto. Além disso, acompanha a instalação do Conselho Municipal de Patrimônio Histórico e reformas dos teatros locais e Museu José Augusto de Araújo, os quais se encontravam em situação de abandono.

Jaidesson Peres- Agência de Notícias do MPAC