9ª edição do Prêmio de Jornalismo do MPAC tem recorde de participação

O 9º Prêmio de Jornalismo do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) se consolidou no meio jornalístico e já virou referência em relacionamento com a imprensa. O total de inscrições recebidas esse ano só vem a confirmar o sucesso do prêmio no processo de difusão de cidadania e transparência pública.

Com a temática voltada para a segurança pública e direitos humanos, essa edição recebeu 70 trabalhos em sete categorias, veiculados em cerca de 40 meios de comunicação provenientes de oito estados do Brasil. Cada inscrito poderia submeter até três publicações. Em relação a 2017, a quantidade de inscrições praticamente quadruplicou.

Nesse ano, o Prêmio de Jornalismo trouxe algumas novidades, voltando a agraciar os melhores trabalhos por categoria, além de incluir a categoria “Destaque Acadêmico” para contemplar os estudantes de Jornalismo e Publicidade. A premiação em dinheiro soma em torno de 12 mil reais, montante que foi alcançado graças ao patrocínio de 17 parceiros, bem como todas as demais despesas relativas ao evento.

O prêmio reconhece os melhores trabalhos jornalísticos publicados em meios de comunicação que estiveram ativos nos últimos doze anos, com destaque para a atuação do MPAC na defesa da vida, relacionando a questão da segurança pública, que tem a ver tanto com combate à criminalidade quanto com preservação dos direitos fundamentais. Também serão reconhecidos trabalhos de estudantes de Jornalismo e Publicidade.

Desde o início do mês a Comissão Julgadora está concentrada na apreciação dos trabalhos enviados. Composta por sete pessoas, entre professores universitários da área de comunicação social, jornalistas profissionais e um membro do Ministério Público, a comissão levará em conta na hora da análise critérios técnicos, jornalísticos e temáticos.

A cerimônia

A cerimônia que vai revelar os trabalhos premiados acontece na noite do dia 13 de dezembro, no buffet Afa Jardim, a partir de 21h. Na ocasião, o jornalista Thiago Reis, do portal G1, vai proferir uma fala sobre sua experiência na coordenação do projeto “Monitor da Violência”, iniciativa do portal de notícias da Globo que levanta e analisa periodicamente os números relacionados a crime e violência em todo o Brasil.

Será oferecido no evento um jantar e um momento com shows musicais comandados por Sandra Melo e Banda e Léia Lima & Lucas Macedo. Jornalistas que queiram participar devem solicitar ingresso na Diretoria de Comunicação do MPAC, no Edifício-Sede.

Jaidesson Peres- Agência de Notícias do MPAC