Setembro Amarelo: MPAC lança campanha de valorização da vida

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) lançou nesta quarta-feira (12) a campanha ‘Setembro Amarelo’, cujo objetivo é chamar a atenção da sociedade, de membros e servidores para a valorização da vida.

A abertura da campanha foi feita pela procuradora-geral de Justiça, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues. Na ocasião, a médica psiquiatra Fernanda Russi ministrou uma palestra sobre a importância da conscientização e prevenção contra o suicídio.

Empenhado em dar sua contribuição para enfrentar a questão do suicídio, desde o início do mês, o MPAC vem produzindo e veiculando uma série de conteúdos nas redes sociais com o intuito de alertar as pessoas sobre a realidade do suicídio, bem como, as formas de prevenção para enfrentar essa problemática que vem tirando muitas vidas.

“Por meio dessa campanha, queremos deixar esse alerta de que o suicídio é um caso complexo, que exige abordagens em múltiplas frentes e que precisa da união de todos nós, sociedade, instituições, poderes constituídos, para que se possa, de fato, ser efetivamente enfrentado”, disse a procuradora-geral de Justiça.

A coordenadora do Cento de Especialidades em Saúde (CES), procuradora Gilcely Evangelista de Araújo Souza, enfatizou que o MPAC passa a se preocupar com essa realidade.  “O nosso objetivo é sempre reduzir a questão do suicídio, e esse olhar especial é o que o Ministério Público está buscando junto com as outras instituições, para reduzir esse tipo de situação que está crescendo a cada dia. Nós não precisamos tirar a nossa vida, nós precisamos simplesmente amar e nos relacionar bem”, destacou.

Segundo a psiquiatra Fernanda Russi, o suicídio é um problema atual que só cresce estatisticamente. “A importância de discutir isso é que a gente vai conseguir perceber o que leva uma pessoa a consumar e a resolver sua vida com o ato do suicídio e, assim, poderemos atuar na prevenção desse tipo de situação. É importante dizer que o Ministério Público tem, frequentemente, estado presente em todas as ações de saúde mental”, afirmou.

Jaidesson Peres – Agência de Notícias do MPAC

Fotos: Tiago Teles