Procurador- geral vai a Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima e se reúne com membros e servidores  

3

Nesta quinta-feira, 26, o procurador-geral de Justiça Oswaldo D’Albuquerque Lima Neto fez uma visita institucional às unidades ministeriais de Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima. A corregedora-geral do Ministério Público do Acre, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, e secretário-geral do MPAC, promotor Celso Jerônimo de Souza, participaram da agenda.

4As visitas têm como objetivo aproximar a Administração Superior de membros e servidores, além de conhecer de perto as demandas das promotorias.

Em Cruzeiro do Sul, o procurador-geral reuniu-se com os promotores Iverson Bueno, Alekine Lopes, Wendy Takao, Washington Nilton Medeiros, Juliana Hoff e Talles Ferreira. Os promotores de Justiça Leandro Portela e Rodrigo Curti, promotores- assessores da Corregedoria Geral também acompanharam o encontro.

Na ocasião, Oswaldo D’Albuquerque falou dos desafios em razão da crise financeira que atinge o país e, conseqüentemente, as instituições, e pediu e engajamento para superar as dificuldades.

7Ainda na reunião, o PGJ fez um relato das obras que estão em andamento nas promotorias do interior do Estado, custeadas com recursos extraorçamentários,  bem como da criação do Diário Eletrônico do MPAC, que dará mais transparência, além de modernizar a divulgação das publicações oficiais.

Os investimentos em segurança institucional também foram debatidos e, na ocasião, o procurador-geral entregou equipamentos de segurança e anunciou a destinação de novos recursos extraorçamentários para fortalecer o setor.

Mâncio Lima

Como o titular da Promotoria de Mâncio Lima, promotor Leonardo Honorato, encontra-se de férias, o procurador-geral foi recebido por servidores da unidade. Assim como em Cruzeiro do Sul, falou sobre os problemas de ordem financeira e pediu cautela em relação às despesas para que não sejam adotadas medidas mais drásticas, como corte de pessoal, por exemplo.

6

Também em Mâncio Lima foi feito um levantamento de todas as demandas, que envolvem principalmente questões estruturais.

Kelly Souza- Agência de Comunicação do MPAC

Foto: Antônio Franciney