Procurador-geral mantém reuniões de trabalho no fim de semana e feriado

O procurador-geral de Justiça Oswaldo D’Albuquerque Lima tem mantido o ritmo de trabalho nos finais de semana, e no sábado, 29, juntamente com o secretário-geral, procurador Celso Jerônimo de Souza, reuniu-se com diretores e chefes de departamento para discutir o calendário de entrega das obras de construção e reforma das unidades do Ministério Público do Estado do Acre em Rio Branco e interior do Estado.

Estão previstas as inaugurações, que iniciam no próximo mês, do edifício-sede, na Capital, e das unidades de Sena Madureira, Senador Guiomar, Feijó e Acrelândia, além das reformas e ampliações nas unidades ministeriais dos municípios de Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima.

“As novas unidades são resultado de um esforço muito grande, que envolveu redução de despesas e otimização dos recursos. Nosso objetivo é entregar novos espaços onde o cidadão sinta-se acolhido e bem atendido, seja na capital ou no interior, bem como oferecer melhores condições de trabalho para membros e servidores. Essa é uma das prioridades da gestão”, comentou o procurador-geral.

Na segunda-feira, 1º, Dia do Trabalhador, também houve expediente na Procuradoria Geral de Justiça. Na ocasião, Oswaldo D’Albuquerque teve reunião de trabalho com o secretário-geral do MPAC, diretores, chefes de departamento e assessores.

Na pauta, entre outros assuntos, estiveram uma visita do PGJ ao município de Sena Madureira na terça-feira, 2, e a implementação do projeto ‘PGJ Itinerante’, mais uma iniciativa para aproximar a Administração Superior de membros e servidores.

Por meio deste projeto, o procurador-geral vai levar toda a estrutura de seu gabinete e despachar nas unidades ministeriais. A primeira edição está marcada para quarta-feira, 3, na sede da Ouvidoria e na quinta-feira, 4, na unidade criminal, em Rio Branco. “Acredito que conhecendo cada vez mais de perto a realidade das promotorias, dos órgãos do MPAC e, principalmente, ouvindo membros e servidores poderemos tomar as decisões mais acertadas”, acrescentou.

 

Kelly Souza- Agência de Notícias do MPAC