Por aclamação, procurador Celso Jerônimo é eleito corregedor-geral do MPAC

O Colégio de Procuradores de Justiça elegeu na tarde desta sexta-feira, 1º, por aclamação, o procurador de Justiça Celso Jerônimo de Souza para o cargo de corregedor-geral do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), no biênio 2018/2020. O mandato de corregedor do Ministério Público é de dois anos, podendo ser renovado, após novo processo eleitoral.

O atual secretário-geral do MP acreano era o único candidato inscrito e foi escolhido nove meses após sua posse como procurador de Justiça pelo critério de merecimento.

O cargo subcorregedor-geral será ocupado pelo procurador Álvaro Luiz Pereira, coordenador do Centro de Apoio Operacional (Caop) de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais e membro do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

O processo eleitoral foi conduzido de acordo com as normas contidas na Resolução nº 17/2017, do Colégio de Procuradores de Justiça. A procuradora Giselle Mubarac foi designada pelo procurador-geral de Justiça Oswaldo D’Albuquerque para presidir os trabalhos.

“O Ministério Público do Acre vive um momento de união, respeito e amadurecimento institucional, que ficaram evidenciados na eleição da Dra Kátia para procuradora-geral e do Dr. Celso como corregedor-geral. Se não fosse a união, o entrelaçamento das mãos, cada um contribuindo da sua forma, não teríamos chegado até aqui e acredito que vamos avançar muito mais”, comentou o procurador-geral.

 

Celso Jerônimo de Souza

É natural de Campos de Meio (MG) e possui graduação em Direito pela Faculdade Estadual de Direito do Norte Pioneiro. Era bancário no Banco do Estado do Paraná, antes de tomar posse como promotor de Justiça no Acre, em 31 de janeiro de 1997, aos 39 anos.

Com sua eleição para a Corregedoria, disse que estava vivendo um momento importante em sua vida pessoal, como também em sua trajetória como membro do Ministério Público.

“Eu escolhi o Ministério Público e tenho uma alegria e satisfação muito grande por integrar esta Instituição. Não poderia assumir o compromisso que não fosse o de usar toda a minha energia para procurar fazer o melhor à frente da Corregedoria”, declarou.

Celso Jerônimo foi promotor na Comarca Feijó e, por substituição, atuou nas Promotorias de Xapuri, Tarauacá, Senador Guiomard, Plácido de Castro e Brasileia. Na capital, atuou na 2ª e 3ª e 8ª Promotorias Cíveis. Foi ainda, promotor eleitoral.

Entre os anos de 2004 e 2009, presidiu a Associação do Ministério Público do Estado do Acre (Ampac). Foi também Ouvidor substituto e diretor da Fundação Escola Superior do Ministério Público (Fempac). Atualmente é o secretário-geral do MPAC, órgão criado na gestão do procurador-geral Oswaldo D’Albuquerque.

No dia 13 de março deste ano, Celso Jerônimo tomou posse como procurador de Justiça, sendo escolhido pelo critério de merecimento.

 

Kelly Souza- Agência de Notícias do MPAC