Outubro Rosa: CES realiza ações de prevenção do câncer de mama

O Centro de Especialidades em Saúde do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), em parceria com o Centro de Controle Oncológico do Acre (Cecon), oferta aos membros, servidores e seus dependentes, durante o mês de outubro, exames preventivos para o diagnóstico precoce e tratamento de nódulos e de câncer de mama

A ação faz parte da programação do Ministério Público acreano para o Outubro Rosa, um movimento internacional que busca chamar a atenção da sociedade para a realidade do câncer de mama e a importância do diagnóstico antecipado.

A coordenadora administrativa do CES, Luciana Dantas, diz que a prevenção e a detecção precoce são a melhor forma combater o câncer de mama e, embora este seja o que mais causa morte na população feminina, os homens precisam também tomar cuidados com as mamas.

“Sabemos que é uma doença grave, porém, se você prevenir, ela é perfeitamente tratável, e com grandes chances de cura. O câncer de mama não acomete só mulheres, ele acomete os homens também, principalmente se tem histórico de câncer na família, como mães e irmãs. Por isso precisamos prevenir através do autoexame de mama e através de exames complementares de imagens”, informa a coordenadora Luciana Dantas.

 

A parceria com o Cecon vai possibilitar que as pessoas interessadas possam ter acesso ao exame de mamografia, considerado o principal tipo de procedimento para a detecção da doença na sua fase inicial. Para fazer esse exame de forma mais simplificada no Cecon, o CES está recebendo inscrições por telefone, disponibilizando 30 vagas.

Já no dia 23 de outubro será ofertado nas próprias dependências do CES o exame de ultrassonografia de mama bilateral, sob o comando do médico George Bady Casseb, que é especialista em radiologia e diagnóstico por imagem.

“Nós do CES esperamos que as pessoas se conscientizem, nos procurem para fazer a inscrição e participem dessa ação que é tão benéfica para a saúde da mulher, principalmente. A gente tem o prazer de todo ano fazer essas ações, pois sabemos que são válidas na prevenção do câncer de mama”, reforça Luciana Dantas.

 

Jaidesson Peres- Agência de Notícias do MPAC