MPAC recebe secretário e conhece projeto de escola em tempo integral no ensino médio

  DSC_0972Nesta terça-feira, 24, o secretário estadual de Educação Marcos Brandão detalhou para membros do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) o projeto que prevê a implantação do ensino em tempo integral em sete escolas de ensino médio do Acre. O gestor foi recebido pelo procurador-geral de Justiça Oswaldo D’Albuquerque Lima Neto.

DSC_0952O encontro contou, ainda, com a presença do procurador-geral adjunto para Assuntos Administrativos, Carlos Maia; do secretário-geral do MPAC, promotor Celso Jerônimo de Souza; dos promotores Ricardo Coelho e Vinícius Menandro, além da equipe da Secretaria Estadual de Educação envolvida na implantação do projeto.

De acordo com o secretário, as instituições de ensino que receberão a mudança, todas estão localizadas em Rio Branco, foram selecionadas, sem ressalvas, pelo Programa de Fomento à Implementação de Escolas em Tempo Integral para o Ensino Médio, do Ministério da Educação.

Além dos recursos destinados pelos governos federal e estadual, a execução do projeto será possível a partir de uma parceria de gestão compartilhada com o instituto de Corresponsabilidade Pela Educação (Ice) e institutos Sonho Grande e Natura.

Disciplinas tradicionais e novas metodologias

Marcos Brandão revelou que, com a iniciativa, os estudantes irão permanecer na escola de 7h30 até 17h, com refeições disponibilizadas no local. A matriz curricular conta com treze disciplinas tradicionais, que serão aliadas a novas metodologias. Além disso, os alunos terão aulas de idiomas.

Entre os resultados, espera-se melhora no rendimento escolar e melhor utilização do tempo ocioso.

Outro ponto que foi abordado pelo secretário é que os jovens serão direcionados para as áreas que visam seguir carreiras e estimulados de acordo com suas escolhas e disciplinas correspondentes.

DSC_0950“É um modelo de escola diferenciado, que começa pelo projeto de vida dos jovens. Antes de começar a aprender o conteúdo, o aluno vai saber qual o seu projeto de vida”, ressaltou.

O Ministério Público sempre foi parceiro, atuando junto conosco em todas as políticas educacionais, então viemos apresentar ao Ministério Público esse modelo de escola que estamos implementando e convidá-lo para ser corresponsável na implantação desse processo”, comentou o secretário.

Para o procurador-geral, trata-se de um projeto inovador e que merece ser apoiado. “Na verdade, é a implantação de uma nova realidade educacional e cultural. É um momento de transformação social destinado aos nossos jovens, , e com certeza, teremos um futuro muito melhor. O MPAC vai apoiar integralmente essa iniciativa, que, não tenho a menor dúvida, será um grande sucesso”, concluiu.

Kelly Souza- Agência de Notícias do MPAC

Foto: Tiago Teles