MPAC promove 12ª Reunião de Acompanhamento Tático-operacional

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) realizou nesta sexta-feira, 1, a 12ª Reunião Tático-operacional (RAT) para discutir entre membros e servidores, questões técnicas administrativas, financeiras e de planejamento da instituição. O encontro realizado na sala de sessões do órgão, teve a presença de membros e servidores do MPAC e foi direcionado pelo procurador-geral de Justiça, Oswaldo D’Albuquerque Lima Neto.

Outro ponto máximo da agenda foi a presença dos onze novos promotores de Justiça que na ocasião celebraram o término da primeira etapa do curso de formação e aperfeiçoamento. Na mesma ocasião, Oswaldo D’Albuquerque fez a assinatura e leitura das portarias de designação dos novos membros lotados nas cidades de Cruzeiro do Sul, Tarauacá, Manuel Urbano, Feijó, Sena Madureira, Xapuri, Assis Brasil e Brasileia.

Aos novos membros, o procurador-geral fez um resumo das ações do MPAC e das últimas agendas de gestão, com ênfase aos principais projetos desenvolvidos pelo órgão na atual gestão.

“É importante que os membros conheçam a realidade econômica e financeira da nossa instituição. Temos trabalhado de maneira intensa e muito articulada em busca de recursos extraorçamentários que tem nos permitido avançar na consolidação de nossas ações. A união de todos é extremamente importante”, destacou Oswaldo D’Albuquerque.

Ao tratar das questões financeiras, a administração superior destacou as agendas junto às bancadas federal e do Senado e pontuou que o momento é de diálogo, no qual o envolvimento de todos é de extrema importância. A corregedora-geral do MPAC, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues parabenizou os novos membros pela formação e disse que o momento é de se reinventar e inovar nas ações.

“Nós continuamos sendo essenciais à sociedade de forma cada vez mais responsável para atender as necessidades da população. Esse debate produzido hoje é de uma importância grande. Desejo muito sucesso a todos e a corregedoria está à disposição para o que for necessário”, dispôs Kátia Rejane.

A 12ª Reunião Tático-operacional do MPAC teve, ainda, a presença ilustre do promotor de Justiça do Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP), Marcelo Goulart que na ocasião parabenizou o MPAC por sua Lei Orgânica que, a seu ver, é avançadíssima.

 

Programa PGJ Itinerante

Oswaldo D’Albuquerque anunciou, ainda, que vai dar continuidade ao programa PGJ itinerante para verificar as melhorias que podem ser levadas a efeito nas estruturas das unidades ministeriais do interior e da capital, a fim de que o MPAC avance com o apoio operacional de suas equipes de engenharia e arquitetura, para melhorar ainda mais o resultado de sua atividades fim.

Destacou, ainda, que em breve novas unidades ministeriais devem ser inauguradas e colocou a Procuradoria Geral de Justiça à inteira disposição de todos. Aos novos membros, o procurador-geral desejou “Muito sucesso, muita luz, bom senso, equilíbrio, dedicação, compromisso e coragem no exercício do nosso mister e sacerdócio ministerial”, disse.

Texto: Ana Paula Pojo – Agência de Notícias do MPAC

Fotos: Clóvis Pereira