MPAC inicia nova rodada de agendas pelas unidades ministeriais das regionais do Acre

Como parte do calendário de agendas da Procuradoria Geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), a chefe do MP acreano, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, iniciou nesta segunda-feira, 08, o projeto “PGJ in loco”, que objetiva a proximidade da Procuradoria Geral de Justiça com a realidade local e a maior integração dos membros com a gestão.

As duas primeiras cidades a receberem o projeto foram Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima. Na ocasião, a procuradora-geral de Justiça, acompanhada pelo ouvidor-geral do MPAC, Leandro Portela, reuniram-se com os promotores de Justiça e toda a equipe de apoio administrativo das Promotorias de Justiça das duas cidades.

“Uma agenda positiva, na qual pudemos dialogar acerca do trabalho que o MPAC vem executando na região, sobre os desafios e o nosso calendário de atuação e gestão. Essa rodada de agendas foi planejada para que o trabalho iniciado nas regionais, durante a construção do Plano geral de Atuação, agora continue com a verificação da implementação das políticas administrativas e o cumprimento das metas estabelecidas”, destacou Kátia Rejane.

A procuradora-geral de Justiça lembrou que no primeiro semestre deste ano, o Gabinete PGJ Regionais percorreu todas as regionais do estado, onde foram realizadas 27 oficinas de gestão, num período de cinco meses, envolvendo 84 membros e 486 servidores do MPAC. Ainda foram realizadas 04 reuniões intituladas “Diálogos Setoriais”, envolvendo 132 profissionais das Redes de Proteção e Cidadania dos municípios.

“Com base nisso, pudemos elaborar o nosso Plano Geral de Atuação, documento que gere nossa gestão estratégica proposta para o biênio 2018-2020, e que norteia toda nossa linha de atuação para realizar nosso trabalho e melhor servir a sociedade”, disse.

As agendas do projeto “PGJ in loco”, serão realizadas no decorrer do mês de outubro. Nesta quarta-feira, 09, Kátia Rejane segue para Tarauacá e Feijó, onde, também, discutirá sobre os alinhamentos, encaminhamentos e gestão junto às equipes locais.

 

 

Ana Paula Pojo – Agência de Notícias do MPA
Fotos – Franciney de Almeida