Galera do Bem: MPAC e Senac realizam encontro com adolescentes em situação de risco social

Jovens beneficiados pelo projeto ‘Galera do Bem’, idealizado pelo Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por intermédio da Promotoria de Sena Madureira, participaram de um encontro realizado em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Familiares dos adolescentes também estiveram na reunião, realizada na quinta-feira, 11, no auditório do Núcleo da Secretaria Estadual de Educação, em Sena Madureira.

O objetivo foi apresentar os cursos ofertados pela Senac e de que forma podem  contribuir para a vida pessoal e profissional desses jovens.

A diretora regional e o diretor educacional do Senac, Hirlete Meireles e Abrão  Suteli, ministraram palestra sobre a história da instituição e expuseram os cursos destinados à formação e preparação de trabalhadores para o comércio.

Abrão Suteli também discorreu sobre os projetos sociais desenvolvidos, dentre eles, o Programa Senac Gratuidade, que consiste na qualificação profissional gratuita e de qualidade para quem quer conquistar um lugar no mercado de trabalho. São vagas em diversas áreas de conhecimento destinadas a pessoas de baixa renda.

“Educar com excelência para o setor do comércio de bens, serviços e turismo contribuindo para o desenvolvimento sustentável do Acre”, disse o diretor ao destacar o lema do Senac. Informou, ainda que, a instituição aguarda convite para poder instalar uma unidade no município.

“O Senac vai aonde é bem recebido, e ao ser bem recebido como foi, e ver que esse projeto visa melhorar a vida de uma população como um todo, só espera o convite formal para que se instale na cidade e comece a atuar”, comentou Hirlete Meireles.

Autoridades elogiam iniciativa

O projeto ‘Galera do Bem’ visa trabalhar com crianças e adolescentes que praticam atos infracionais, envolvendo esses jovens em diversas atividades.

A juíza da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Sena Madureira, Andréa Silva Brito, destacou a importância da iniciativa. “Antes do projeto nós tínhamos apenas a internação como resposta ao ato infracional. Já houve épocas de termos mais de setenta adolescentes internados e até outro dia, tinha gente passando três anos, então esse programa é uma alternativa à internação”, comentou.

A promotora de Justiça Vanessa Macedo de Muniz, que atua área criminal, demonstrou preocupação com adolescentes envolvidos com as facções criminosas e disse que o projeto traz esperança. “Com práticas construtivas é possível modificar e ensinar os adolescentes que se encontram em situação de risco a se tornarem pessoas melhores”, acrescentou.

Idealizadora do projeto, a promotora Patrícia Paula dos Santos, informou que os adolescentes e seus respectivos responsáveis poderão contar com assistência à saúde, bem como tratamento de drogadição. A Secretaria Municipal de Saúde firmou compromisso de formar grupos terapêuticos com encontros uma vez por semana.

O prefeito do Sena Madureira, Osmar Serafim, também parabenizou a iniciativa do MPAC e comprometeu-se em viabilizar a instalação de uma unidade do Senac no município.

Kelly Souza-Agência de Notícias do MPAC

Fotos: Douglas Richer- Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Sena Madureira