Arte, música e humor marcam edição do MP Cultural

O estacionamento do Ministério Público do Estado do Acre se tornou, na última sexta-feira (10) mais uma vez palco para os servidores que possuem talentos artísticos mostrarem um pouco de sua arte e também para artistas convidados presentear os integrantes do MPAC com um momento de interação e experimentação após o expediente.

O procurador-geral de Justiça, Oswaldo D´Albuquerque Lima Neto fez a abertura das apresentações, destacando a crescente participação dos integrantes da instituição “Teremos mais algumas edições até o final do ano e início do próximo. Isso nada mais é que um projeto integrado ao Viver para Servir, onde a gente tem buscado constantemente a união, o compartilhamento de ideias, o respeito, o amor, a fraternidade e a comunhão de esforços para que possamos estar cada vez melhor para atender a nossa população que tanto precisa de todos nós”.

Nesta edição, o MP Cultural contou com uma exposição de artes plásticas, de pessoas que participam do projeto ‘Arte de Ser’. O projeto é uma parceria com a rede de atenção psicossocial de Rio Branco, e, ao longo dos anos, os participantes produziram um grande volume de desenhos e pinturas, os quais, são uma visão terapêutica e demonstram a evolução do seu tratamento.

De acordo com Fabiano Carvalho, coordenador do Arte de Ser, destacou que expor os trabalhos no MPAC é uma forma de aumentar a rede parceiros e um privilégio em mostrar para mais pessoas os trabalhos produzidos. “Isso que é feito aqui hoje, como música, a expressão livre artística é a essência do projeto Arte de Ser, uma forma das pessoas se libertarem através da arte”.

Também se apresentaram os servidores Francisco Brito e Mariana Klemer, em apresentações musicais, além de uma performance do humorista Antônio Klemer, convidado especial desta edição.